O que é dermatite de contato?

A dermatite de contato é uma inflamação da pele com lesões vermelhas descamativas, espessadas e localizadas causada pela exposição direta à alguma substância irritante ou substância causadora de alergia. Cerca de 3.000 substâncias já foram descritas como potencialmente causadoras de dermatite de contato alérgica, sendo que 30 delas são responsáveis por 80% de todos os casos. A identificação e exclusão da substância causadora da dermatite de contato é fundamental para o controle da doença, pois se o contato persiste, a dermatite pode se tornar crônica, causando lesões de pele muitas vezes irreversíveis, e de difícil tratamento. A ocorrência e gravidade das lesões também dependem de fatores como integridade da pele, temperatura e exposição à radiação. Orientações do especialista em Alergia e Imunologia para a prevenção da recorrência das lesões da dermatite de contato bem como cuidados com a pele são de extrema importância.

Qual o teste para identificar a causa da dermatite de contato?

O teste de contato é o procedimento mais eficiente para a investigação da substância causadora da dermatite de contato, onde são testadas na pele as principais substâncias responsáveis por essa doença. O contato das substâncias é mantido por 48h e a leitura é feita de 72-96h, pois a resposta alérgica nessa doença é tardia. Os efeitos colaterais geralmente se limitam a reações locais, sendo este um teste seguro. Após o contato com a substância causadora da doença, a lesão pode demorar até alguns dias para se manifestar e mesmo com a exclusão da substância e uso de medicações, também pode demorar dias ou semanas para desaparecer. Alguns pacientes com dermatite de contato crônica por mais de 12 meses podem não se recuperar completamente da doença apesar do afastamento do agente e uso de medicações tópicas.

Causas da dermatite de contato

A grande maioria das dermatites de contato são causadas por substâncias irritativas, como por exemplo produtos de limpeza. Nesse caso o dano à pele é direto, mesmo no primeiro contato, dando início a reação inflamatória. A dermatite de contato do tipo alérgica é causada por mecanismos mediados pela resposta imunológica e o contato prévio (sensibilização) é necessário para que ocorra o reconhecimento da substância pelas células do sistema imune, que irão provocar a inflamação nos contatos posteriores. Portanto é importante frisar que o indivíduo com predisposição genética/imunológica para a dermatite de contato poderá ser sensibilizado em qualquer estágio da vida mesmo para substâncias que sempre usou anteriormente e também para novas substâncias ao longo do tempo. As substâncias geralmente envolvidas são cosméticos, borracha, látex e medicações de uso tópico. A exclusão da substância causadora é fundamental para o controle da doença.

Referência: http://www.asbai.org.br/revistas/vol343/V34N3-ar01.pdf


 VOLTAR